7.6.06

Muita informação "informa"?

Há alguns dias, ao elaborar um wireframe uma dúvida cruel: será que tanta informação é necessária? A questão se resumia no seguinte: o usuário deveria visualizar os dados de cada registro para que soubesse as alterações que deveria fazer quando acessasse a edição de conteúdo do registro.

É complicado definir o que o usuário poderá visualizar mas é uma velha briga dentro da área, associando a questão à da censura. Mostrar todo conteúdo mesmo que confunda o usuário? Esconder conteúdo? Sou a favor de mostrar o importante criando níveis de aprofundamento, pois assim o usuário poderá assimilar todo o conteúdo que deve ser informado, mas também ter uma visão geral e se quiser, se aprofundar.

Mas como dar a oportunidade ao usuário de escolher o que quer ver? Funciona quando já existem informações na tela e filtros para que o usuário escolha o que e como deseja visualizar. Mas se os filtros não existem, é muito importante que os profissionais da informação considerem para quem está sendo feito o sistema ou a arquitetura do site. Nesta parte o estudo do usuário é fundamental.

Achei um texto interessante do André Azevedo que vale a pena ser lido: Quando proibir é divulgar, e informar é censurar.

2 comentários:

Ricardo Augusto disse...

acho que poderia ser elaborado um mapa de idéias ligadas às outras:

em um balão, escreva no centro o objetivo da página

preencha com balões ao redor, os componentes fundamentais para essa tarefa (no caso de login: recuperar senha, caixa de nome, senha)

preencha o segundo nível com os elementos-padrão das páginas (logo, menu, rodapé, etc) - elementos que já foram acordados de serem essenciais nas outras páginas

muita informação não informa: ninguém aguenta/quer ler, principalmente em monitor de computador.

o que vier além disso, é pra passar o machado!

André Luiz disse...

Katyusha,
gostei muito desse texto que vc indicou do André Azevedo "Quando proibir é divulgar, e informar é censurar". Reflete muito bem sobre a manipulação da informação na enxurada informacional nos nossos dias. Realmente uma preciosidade!
Quanto ao seu blog, parabéns também. Ele tem conteúdo. Nesses dias tem cada vez ficado mais difícil achar blogs realmente interessantes. Li na Infoonline (http://info.abril.com.br/aberto/infonews/112006/06112006-16.shl) que a cada dia são criados cerca de 100.000 novos blogs. Destes, só 2% em português. O que valoriza ainda mais o seu. Pretendo visitá-lo + vezes.
Abraço