24.10.05

E o bibliotecário? Mas não é cientista da informação?

Eu participo de uma lista de discussão sobre Bibliotecas Virtuais, a Bib_virtual mailing list (Creio que as listas de discussão nos mostram várias visões e nos permitem estar mais cientes das diversas realidades que existem). Hoje, nesta lista, veio uma discussão relacionada ao domínio de profissões liberais. Não há uma para Biblioteconomia, ou melhor, para bibliotecários (apesar desta profissão estar listada na CBO). E como sempre, o que é muito comum na área, alguns profissionais se revoltam. (Creio que a culpa disso começa na própria classe que, a meu ver, é desunida) Inicia-se assim uma longa discussão sobre o nome da área, do curso, enfim. Biblioteconomia ou Ciência da Informação? O termo Biblioteconomia não abarca tudo que o profissional desta área faz hoje. Certo? Eu concordo. Mas creio que a discussão terminológica mais atrasa nossa área do que faz avançar. Hoje, um colega da lista, Nilton Santos, fez um comentário que, creio eu, explica muita coisa e principalmente complementa o que escrevi em meu artigo sobre Arquiteto de Informação ser bibliotecário:
A biblioteconomia nasceu na Ordem do Livro, quando o mais importante processamento da informação desenvolvido pela sociedade se situava no livro e na biblioteca. Daí vinha o prestígio do bibliotecário. Ele era um "guardião" e processava 99% da informação processada na sociedade. Hoje se trabalha com processamento da informação em todos os rincões da sociedade e as bibliotecas trabalham com uma infima parte da informação processada por ela.[...]E o bibliotecário que era um especialista em processamento da informação e que poderia ocupar um papel importante ocupando novos espaços vai ficando para trás, vai ficando à margem. Isto porque não consegue entender que mesmo quando tenta abordar a internet por exemplo, faz isto a partir de uma tecnologia específica da biblioteca (incapaz de tratar de sistemas complexos). É preciso rever as teorias da informações de modo que elas sejam capazes de pensar não apenas a biblioteca, mas qualquer sistema de informação. É necessário repensar a teoria, os sistemas e as profissões ligadas à ciência da informação. [...] não adiantaria também chamar o bibliotecário da informação de profissional da informação quando a própria ciencia da informação cai no mesmo erro.

1 comentário:

Anónimo disse...

Blogging hits home for OSU
' online journals, diaries or sometimes just streams of thought - ' can take on many forms.
Find out how to buy and sell anything, like things related to quality assurance highway construction on interest free credit and pay back whenever you want! Exchange FREE ads on any topic, like quality assurance highway construction!