15.8.06

Padronizar ou diferenciar?

Estive lendo o artigo Browsers e seus diferenciais e comecei a pensar a respeito da padronização. Ora, nosso processo de aprendizagem se torna muito mais rápido quando repetimos várias vezes a mesma coisa, seguindo os mesmos padrões. No caso de browsers que são muitas vezes ferramentas de trabalho, não seria mais fácil que seguissem um padrão básico? E seu diferencial fossem serviços, como coloca o artigo que citei? Digo o mesmo para a interface dos celulares, é inconcebível ter que reaprender a trabalhar no aparelho toda vez que compra um novo. A semelhança só aparece se o fabricante é o mesmo, mas tente mudar de fabricante a cada troca... Perdemos inclusive nosso tempo para refazer o processo de trabalho que já tinha sido aprendido porque os padrões são alterados. Haja memória.

1 comentário:

Ricardo Augusto disse...

Diferenciar! É nessas horas que surge uma oportunidade de fazer algo melhor. Progresso, competição e avanço.